Blog

Novidades do Universo Inked

Entrevista com Barbara Alt, Miss Tattoo Week Rio 2014

Compartilhe nosso conteúdo!
Email this to someoneShare on FacebookPin on PinterestShare on Google+Tweet about this on Twitter

Ela não é apenas um rostinho bonito no mundo da tattoo! Barbara Alt a Miss Tattoo Week 2014 vem marcando presença nos eventos mais badalados da tattoo, e promove com muito talento a arte que todos nós amamos.

Ela é um belo exemplo da entrada massiva das mulheres nesse mundo que já foi dominado pelos homens; e hoje ganha um brilho necessário com grandes artistas e musas inspiradoras! A Body Piercing ampliou os horizontes e nos seus primeiros trabalhos como tatuadora mostrou que tem talento e vai longe. Fizemos algumas perguntas a “Diva Pink” que prontamente nos trouxe um pouquinho da sua rotina e seus projetos para 2015.

Portal Tattoo Place: Quando você fez sua primeira tattoo?

Barbara Alt: Minha primeira tattoo fiz com 15 anos, trabalhei, arrumei o dinheiro e consegui convencer os meus pais. Mas definitivamente não aconselho ninguém tatuar antes de pelo menos 18 anos. Quando somos muito novos não sabemos muito das coisas, a minha tattoo por exemplo hoje em dia não tem nada a ver com meu estilo.

Portal Tattoo Place: Toda Miss tem uma missão e a faixa de Miss Tattoo Week lhe trouxe compromissos com a arte da tatuagem. Fale um pouco de como foi seu ano em relação a este prêmio e o que a Miss desse ano pode esperar?

Barbara Alt: Meu ano como Miss Tattoo foi ótimo! Depois do prêmio recebi muitas propostas de trabalhos e bastante visibilidade. Viajei o ano todo para várias convenções em São Paulo, uma delas a Tattoo Week SP onde tive a oportunidade de entregar o prêmio para a Miss Tattoo Week SP 2014.

Portal Tattoo Place: Quando decidiu ser tatuadora?

Barbara Alt: Eu sou Body Piercer há 12 anos e sempre admirei quem tatuava, mas nunca achei que fosse ter alguma habilidade com tatuagem. Sempre gostei de desenhar e pintar quadros, mas não me achava capaz de passar aquilo pra pele. Mas isso mudou quando eu comecei a trabalhar na Skin Carved. O dono do estúdio, Nelsinho Maciel, me incentivou para que eu começasse a tatuar, então arrumei uma pele artificial e comecei. Isso já faz mais de 10 meses.

Portal Tattoo Place: Qual foi a maior dificuldade que você encontrou ao iniciar na profissão?

Barbara Alt: Eu tive sorte já que aprendi e comecei a tatuar profissionalmente em um studio bacana e os materiais conhecia de A a Z, depois de tanto tempo no ramo você acaba aprendendo ate sem querer. As minhas dificuldades certamente foram as de todo mundo que esta começando, firmeza nos traços, saber pigmentar bem sem machucar a pele, entender como funciona a agulha na pele.

Portal Tattoo Place: O que a tatuagem representa na sua vida?

Barbara Alt: Muito amor! Amo ser uma pessoa com artes na pele. Hoje em dia trabalho, vivo e viajo por tatuagem.

Portal Tattoo Place: Você já sofreu preconceito por ser tatuada? Como lida com isso?

Barbara Alt: Sim, varias vezes! Desde religiosos que correm atrás de mim com papeizinhos perguntando se eu sabia que Deus me ama até imobiliárias que não alugam por culpa do visual, velhinhas sempre me olham torto e vira e mexe acabo ouvindo alguns absurdos na rua. Mas como dizia um amigo meu, é o preço que pagamos por ser como queremos. Eu não ligo, boto meu fone e vou indo.

Portal Tattoo Place: O que você gostaria de dizer para as pessoas que tem preconceito com a arte da tatuagem?

Barbara Alt: Queria dizer para essas pessoas que ainda não entendem que tatuagem é uma arte, que primeiro olhem para o currículo de uma pessoa antes de olhar para as tatuagens delas. Hoje em dia existem inúmeros profissionais de todas as áreas com obras espalhadas pelo corpo, que geralmente são escondidas por um terno e uma gravata e nem por isso são menos competentes.

Compartilhe nosso conteúdo!
Email this to someoneShare on FacebookPin on PinterestShare on Google+Tweet about this on Twitter

Leave a Comment